Travessia Serra da Estrela Rota 1

Rota 1 - Rio do Ouro (Andorinhas)
Rota 2 - Pau Grande




 Brachycephalus ephippium
Outros nomes: sapinho dourado; botão de ouro Nome científico: Brachycephalus ephippium Família: Brachycephalidae Ocorrência: mata atlântica nos estados da Bahia até o Paraná. È muito comum nas Serras do Mar e da Mantiqueira. Características:•tamanho: 14 mm; •reprodução: desova terrestre, com poucos ovos, despigmentados e ricos em vitelo; •alimentação: insetos; •hábitos: diurnos; •características: cor amarela vistosa. Caminha vagarosamente e raramente pula. Produz substância tóxica na pele quando ameaçada por predadores. Outras informações: É considerado um dos menores vertebrados do mundo. Esses sapinhos podem ser vistos sob as folhagens no chão da floresta ou nas bromélias. 


O Jardim de Pedras 








Face Sul do cume do Cabeça de Negro






Represa da Cachoeira Grande

Véu da Noiva de Piabetá







6 comentários:

  1. Olá Marcos! Espero que você esteja bem. Essa travessia você gastou quanto tempo? Abraço!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Leo, estou bem, obrigado! Eu gastei umas 4 horas para concluir essa travessia, estou pensando agora em explorar a Agulha do Itacolomi e arredores...Quando quiser marcar outra caminhada é só entrar em contato, abraço!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Marcos, essa trilha do ouro é a que termina na Vila Inhomirim? Belissimas fotos!
    abração

    ResponderExcluir
  4. Oi Marcos, essa trilha do ouro é a que termina na vila Inhomirim? Belas fotos!abração

    ResponderExcluir
  5. Olá, sim essa trilha do ouro termina na Vila Inhomirim, tem mais dados sobre esse caminho no blog...abraços!!!

    ResponderExcluir